top of page

Resenha Arandu: Encontre-me sem medo

Para começar o ano bem vamos de romance nesta edição! Na resenha de janeiro vamos explorar o livro Encontre-me sem medo escrito pela parceria do casal Kennedy Odede e Jessica Posner. Publicado inicialmente em 2016 e bestseller do New York Times, chega aos falantes de língua portuguesa em 2021 através da Editora Voo.


O livro é uma história de amor, de perdas e de esperança. Se passa em Kibera, a maior favela do mundo localizada aos arredores de Nairóbi, a capital do Quênia. Os autores, Jessica e Kennedy, se conheceram devido a uma viagem de intercâmbio dela e não demorou muito para se apaixonarem. Kennedy vive em Kibera e ao longo da vida perde pessoas queridas, sofre abusos, mas nunca perde a curiosidade pelos estudos e a vontade de fazer de lá um lugar melhor.



Podemos dizer que Encontre-me sem medo é também um livro de esperança visto a Escola de meninas, o centro comunitário, a torre da água e outras iniciativas que o casal empreende juntos em um local devastado pela fome, pela violência e pelo esquecimento.


O livro foi escrito a partir de pequenas narrativas, parecidas com cartas, escritas pelos dois autores, a partir daí você já consegue perceber a diferença entre os dois mundos no qual foram concebidos (e quaisquer semelhanças com as realidades brasileiras não são mera coincidência).


São 352 páginas divididas em duas partes, a primeira contando sobre o intercâmbio de Jéssica e a dura história de vida de Kennedy. E a segunda parte contando sobre a ida de Odede para os EUA e como juntos correm atrás de dinheiro, terrenos, professores, alunas doentes e seus pais e até enfiam a mão na lama para dar às meninas de Kibera uma oportunidade para serem o que elas quiserem na vida.


E começa de forma eletrizante! Já no primeiro capítulo você fica grudada na leitura e não quer largar mais. Vale dizer que retrata muita miséria, situações inimagináveis para alguns de nós. É cruelmente real e, ao mesmo tempo, traz um misto de inocência e sinceridade. Kennedy começa contando suas narrativas de forma bem despretensiosa e vai lá e tráh, denuncia toda a problemática da atuação das ONGs estrangeiras no continente africano. Conta, por exemplo, como foi abusado por um padre quando jovem e como se espantou com a água quente saindo da torneira — seu primeiro banho de chuveiro quente durou uma hora…


Jessica é uma mulher que sabe o que quer, viaja sozinha para o Quênia e, diferentemente, da maioria dos estrangeiros, decide se hospedar na favela mesmo, a fim de ter uma vivência real para colocar na sua pesquisa de teatro. A garra dela é tão grande que ela consegue envolver até a esposa do ex-diretor da escola que estudava no jardim de infância para fazer acontecer a Escola de meninas de Kibera.


Esse é um livro de cabeceira para qualquer pessoa que queira embarcar em um romance, mas é ainda mais inspirador para aquelas pessoas que trabalham, ou buscam trabalhar, com empreendedorismo social e negócios de impacto. Pois retrata a história de duas pessoas que, sem preparo nenhum, conseguem fazer nascer um oásis de oportunidade em um dos lugares mais sofridos do mundo. E conseguem isso por meio de muito amor, cuidado e resiliência.



Ambos Kennedy e Jessica seguem como empreendedores sociais multi premiados que não pararam da escola para meninas. Kennedy é CEO da Shining Hope for Communities propagando investimento grassroots (tipo de investimento no qual se enfatiza o empoderamento de grupos locais e uma hierarquia tendendo para o horizontal) e trabalhando para expandir esse movimento para outras comunidades carentes. Atualmente já chegaram a outras duas favelas de Nairobi e em Bangladesh.


Jess também segue empreendendo, líder e palestrante. Além da SHOFCO, ela é CEO da Girl Effect, uma ONG que faz uso de mídia e da tecnologia para desbloquear o potencial de jovens garotas ao redor do mundo. Hoje os dois são casados e têm 3 filhos.


Aproveitando… esse aqui é o site da lojinha que às mulheres de Kibera vendem seus artesanatos, ajuda a manter às operações da SHOFCO e é uma boa dica para gastar com consciência. E se quiserem conhecer mais os autores nesse vídeo você pode conferir eles mesmos contam sobre sua história:



Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page